A Casa Cultural de Chá de Macau está situada no Jardim de Lou Lim Ioc, na Avenida do Conselheiro Ferreira de Almeida. Foi inaugurada a 1 de Junho de 2005 e está sob a alçada do Instituto Cultural. Ocupa uma área de 1.076 metros quadrados e é o primeiro museu em Macau, subordinado ao tema do chá.

A China é o berço e a terra do chá e da cultura do chá. A cultura do chá desempenhou um papel importante na cultura tradicional chinesa. Na história moderna, Macau foi a primeira janela de acesso para que a cultura chinesa do chá se espalhasse pelo mundo ocidental.

O chá está estreitamente ligado a Macau. Remonta ao início do sec. XVII a importância de Macau como porto de exportação do chá chinês para o ocidente. A reexportação de chá era uma indústria eminente que desempenhou um papel importante na história do comércio e da divulgação do chá chinês. Ao mesmo tempo que o chá, espalhava-se pela Europa, pelas Américas e pelo mundo inteiro, a cultura do chá chinês que se caldeava com os hábitos e costumes locais, formando uma nova cultura global do chá.

Como porta de acesso a exportação para o Mundo, Macau tem uma incalculavel abundância de reliquias culturais valiosíssimas relacionadas com o chá, sob a forma de poemas e disticos dedicados ao chá, desenhos tendo o chá como tema, restaurantes de chá, lojas de chá, casas de chá, tendas de chá, a arte do chá e

 

hábitos do chá. Existem também comerciantes de chá e peritos em chá. Tudo isto adicionou cor a cultura da pequena cidade de Macau.

O edifício da Casa Cultural de Chá de Macau era originalmente parte do Yuyuan, e encontra-se actualmente no Jardim de Lou Lim Ioc. O edifício foi, mais tarde, desenhado de novo por uma equipa liderada pelo prestigiado arquitecto Carlos Alberto dos Santos Marreiros, baseado na arquitectura ocidental original. O novo edíficio apresenta uma arquitectura de forte influência portuguesa combinada com o telhado em telha de cerâmica chinesa, evidenciando o característico encontro das culturas ocidental e oriental. O estilo de arquitectura do sul da Europa está também integrado no ambiente envolvente, incluindo as moradias de estilo arquitectónico de influência portuguesa. O artístico jardim chinês no Jardim de Lou Lim Ioc juntamente com a Casa Cultural de Chá de Macau ajudam a dar luz ao papel histórico de Macau como repositório de mistura de raças e das culturas chinesa e ocidental.

Desde a sua fundação que a Casa Cultural de Chá de Macau tem realizado várias exposições temporárias e a longo prazo, bem como actividades culturais relativas ao chá. Tudo isto serve para evidenciar a cultura do chá em Macau, fornecer informações sobre o chá na China e no ocidente, bem como para divulgar conhecimentos e estudos, pelo mundo inteiro, sobre a cultura do chá.

           © Instituto Cultural do Governo da R.A.E de Macau. Todos os direitos reservados.